A Galeria Municipal do Porto apresenta um programa regular de exposições e eventos dedicados à arte contemporânea, desenvolvendo projetos também nos domínios do design e da arquitetura. Com a missão de apresentar exposições que promovam uma reflexão sobre as tendências artísticas e discursivas contemporâneas, a Galeria Municipal do Porto promove debate, investigação e disseminação de ideias em torno das artes.
Desde que reiniciou a sua atividade em 2014, a Galeria Municipal do Porto tem colaborado com parceiros nacionais e internacionais na programação e comissariado de exposições, performances e debates, estimulando envolvimento a longo prazo através do seu projeto educativo e editorial.
A Galeria Municipal do Porto é um espaço com entrada livre.
Entrada livre

Horário

Terça – Domingo
10h00‑18h00

Encerrada à segunda‑feira

Contactos
Rua D. Manuel II
(Jardins do Palácio de Cristal)
4050-346 Porto

+351 226 081 063
galeriamunicipal@agoraporto.pt
instagram.com/galeriamunicipaldoporto
fb.me/galeriamunicipaldoporto

Presidente
Rui Moreira

Diretor Artístico
Guilherme Blanc

Diretora Executiva
Sílvia Fernandes

Curador Sénior
Juan Luis Toboso

Programadora do Projeto Educativo
Matilde Seabra

Assistente de Curadoria
Isabeli Santiago

Coordenadora de Produção
Patrícia Vaz

Coordenador Técnico
Paulo Coelho

Coordenadora de Comunicação
Lídia Queirós

Assessor de Comunicação
Tiago Dias dos Santos
 
Montagem e apoio à produção
Armando Amorim
Carlos Lopes
David Teixeira


ÁGORA - CULTURA E DESPORTO, E.M.
Presidente do Conselho de Administração
Catarina Araújo

Administradores Executivos
Ana Cláudia Almeida
César Navio

Diretora Geral da Unidade Orgânica da Cultura
Francisca Carneiro Fernandes

Diretor de Comunicação e Imagem
Jorge Rodrigues
  • organização:

  • Porto.
ESCOLAS E GRUPOS
A Galeria Municipal do Porto oferece à comunidade escolar de todas as idades e grupos formativos visitas guiadas às exposições, percursos, workshops e participação em ações dos Programas Públicos.

PING!
Programa de Incursão à Galeria
Ping é um som, irregular ou compassado, que antecipa uma repetição ou então uma resposta e coloca quem o ouve à espera, à escuta. Não havendo retorno, será que o repetimos na expectativa de uma resposta? Na linguagem computorizada o ping mede a velocidade pelo tempo entre o envio e a receção de informação numa rede. Entre dois corpos o ping responde ao pong para que o jogo continue.
PING! parte de uma ideia de “vai e vem” discursivo. Dirigido a jovens adultos a frequentar o ensino secundário ou superior, cuja voz queremos que tenha impacto na Galeria Municipal do Porto, este projeto educativo tem como objetivos principais encorajar o pensamento, estimular linguagens artísticas, educar para a estranheza, e estabelecer ligações com contextos geográficos e simbólicos.

O projeto desenvolve se a partir de cada exposição, com um conjunto de 3 a 4 sessões de continuidade, que acontecem em três locais distintos:
Na GMP, com:
→ Aulas Abertas por curadores, artistas e especialistas
→ Visitas Guiadas por educadores
Na Sala de Aula, experimentando práticas artísticas menos habituais nos currículos, com:
→ Workshops
→ Projeção de filmes e leituras partilhadas
E Fora de Portas, com:
→ Derivas
→ Percursos sonoros ou ilustrados

EMBAIXADORES PING!
Em diálogo estreito com os professores que incentivam os alunos à participação num contexto cultural e artístico, o projeto educativo integra o grupo de Embaixadores PING!, formado por jovens adultos que construirão em conjunto uma plataforma de encontro e de reflexão sobre a contemporaneidade.
Mensalmente são promovidas ações de dinâmica de grupo, partilha de experiências e reflexões, e de aproximação às equipas de curadoria e produção da GMP. Ao assumirem o papel de Embaixadores PING! os alunos partilham o projeto com a sua turma de origem através de ações que podem passar por orientar visitas guiadas, moderar conversas, revisitar técnicas artísticas, ou outras que cada um queira propor e implementar.

 

ESCOLAS E GRUPOS
As visitas guiadas ou outras atividades para escolas e grupos necessitam de marcação, e decorrem às 4as entre as 10h00 e as 13h00; às 5as e sábados entre as 14h00 e as 18h00.
Contacte‑nos através do e‑mail galeriamunicipal@agoraporto.pt ou do telefone +351 226 081 063.

PING!

A participação no PING! é gratuita. Público‑Alvo: jovens adultos com idades compreendidas entre os 16 e 22 anos, a frequentar o ensino secundário e os três primeiros anos do ensino superior ou universitário.

Para mais informações sobre os Embaixadores PING! contacte‑nos através do e‑mail galeriamunicipal@agoraporto.pt ou do telefone +351 226 081 063.

 

Futuras

11.09 – 14.11.2021

ERRO 417: EXPECTATIVA FALHADA

O medo do falhanço (simultâneo ao desejo do sucesso), potenciado pelo sistema económico capitalista (que infeta todos os outros sistemas sociais e culturais), tornou-se tanto um dos maiores impulsos humanos como o valor de juízo pelo qual nos avaliamos, servindo como medida que estabelece as hierarquias sociais. Mas as noções de falhanço e sucesso nunca estão livres de prerrogativas: a ideia de sucesso está intrinsecamente ligada a diversas condicionantes estruturais – a cor da pele, o género, a sexualidade, etc. – e, acima de tudo, ao cumprimento dos expectáveis papéis dentro destas categorias.
Falhar, e aprender na falha, assumem uma acrescida importância na produção artística – entre a insatisfação, a rejeição, a dúvida, o erro e a experiência, a ideia de sucessivamente tentar e falhar torna-se combustível para a experimentação especulativa e para a criação conceptual. Assumindo a premissa do falhanço como uma ferramenta de resistência contra-hegemónica, esta exposição, com curadoria de Marta Espiridião, apela à crítica dos modelos estáticos de sucesso e falhanço, e ao questionamento do seu papel na construção da vida pessoal e comum.
Erro 417: Expectativa Falhada resulta do projeto concursal Expo’98 no Porto, que atribui duas bolsas para a realização de duas exposições na Galeria Municipal do Porto. Selecionada por um júri externo à equipa da GMP, composto por Daniela Agostinho, Miguel Ferrão e Nuno Faria, esta é a segunda exposição apresentada no âmbito do concurso, cujo orçamento total é de 98.000 euros. 

Curadoria:
Marta Espiridião

Imagem:
Still do programa televisivo educacional The Joy of Painting, transmitido na PBS entre 1983 e 1994, nos Estados Unidos. 
© Autor desconhecido