A Galeria Municipal do Porto apresenta um programa regular de exposições e eventos dedicados à arte contemporânea, desenvolvendo projetos também nos domínios do design e da arquitetura. Com a missão de apresentar exposições que promovam uma reflexão sobre as tendências artísticas e discursivas contemporâneas, a Galeria Municipal do Porto promove debate, investigação e disseminação de ideias em torno das artes.
Desde que reiniciou a sua atividade em 2014, a Galeria Municipal do Porto tem colaborado com parceiros nacionais e internacionais na programação e comissariado de exposições, performances e debates, estimulando envolvimento a longo prazo através do seu projeto educativo e editorial.
A Galeria Municipal do Porto é um espaço com entrada livre e conta com a Fundação EDP como mecenas principal.
Entrada livre

Horário

Terça - Sábado
10h00-18h00

Domingo
14h00-18h00

Encerrado à segunda-feira e feriados

Contactos
 Rua D. Manuel II
(Jardins do Palácio de Cristal)
4050-346 Porto

+351 226 081 063
galeriamunicipal@cm-porto.pt
fb.me/galeriamunicipaldoporto

Equipa

Presidente
Rui Moreira

Diretor Artístico
Guilherme Blanc

Diretora Executiva
Sílvia Fernandes

Curador Sénior
Juan Luis Toboso

Programadora do Serviço Educativo
Matilde Seabra

Assistente de Curadoria
Isabeli Santiago

Coordenadora de Produção
Patrícia Vaz

Coordenador Técnico
Paulo Coelho

Coordenadora de Comunicação
Lídia Queirós

Assessor de Comunicação
Tiago Dias dos Santos
 
Montagem e apoio à produção
Armando Amorim
Carlos Lopes
David Teixeira


ÁGORA - CULTURA E DESPORTO, E.M.

Diretora Geral da Unidade Orgânica da Cultura
Francisca Carneiro Fernandes
  • mecenas:

  • organização:

  • Fundação Edp
  • Porto.
ESCOLAS E GRUPOS
A Galeria Municipal do Porto oferece à comunidade escolar de todas as idades e grupos formativos visitas guiadas às exposições, percursos, workshops e participação em ações dos Programas Públicos.

PING!
Programa de Incursão à Galeria
Ping é um som, irregular ou compassado, que antecipa uma repetição ou então uma resposta e coloca quem o ouve à espera, à escuta. Não havendo retorno, será que o repetimos na expectativa de uma resposta? Na linguagem computorizada o ping mede a velocidade pelo tempo entre o envio e a receção de informação numa rede. Entre dois corpos o ping responde ao pong para que o jogo continue.
PING! parte de uma ideia de “vai e vem” discursivo. Dirigido a jovens adultos a frequentar o ensino secundário ou superior, cuja voz queremos que tenha impacto na Galeria Municipal do Porto, este projeto educativo tem como objetivos principais encorajar o pensamento, estimular linguagens artísticas, educar para a estranheza, e estabelecer ligações com contextos geográficos e simbólicos.

O projeto desenvolve se a partir de cada exposição, com um conjunto de 3 a 4 sessões de continuidade, que acontecem em três locais distintos:
Na GMP, com:
→ Aulas Abertas por curadores, artistas e especialistas
→ Visitas Guiadas por educadores
Na Sala de Aula, experimentando práticas artísticas menos habituais nos currículos, com:
→ Workshops
→ Projeção de filmes e leituras partilhadas
E Fora de Portas, com:
→ Derivas
→ Percursos sonoros ou ilustrados

EMBAIXADORES PING!
Em diálogo estreito com os professores que incentivam os alunos à participação num contexto cultural e artístico, o projeto educativo integra o grupo de Embaixadores PING!, formado por jovens adultos que construirão em conjunto uma plataforma de encontro e de reflexão sobre a contemporaneidade.
Mensalmente são promovidas ações de dinâmica de grupo, partilha de experiências e reflexões, e de aproximação às equipas de curadoria e produção da GMP. Ao assumirem o papel de Embaixadores PING! os alunos partilham o projeto com a sua turma de origem através de ações que podem passar por orientar visitas guiadas, moderar conversas, revisitar técnicas artísticas, ou outras que cada um queira propor e implementar.

 

+ info

ESCOLAS E GRUPOS
As visitas guiadas ou outras atividades para escolas e grupos necessitam de marcação, e decorrem às 4as entre as 10h00 e as 13h00; às 5as e sábados entre as 14h00 e as 18h00.
Contacte‑nos através do e‑mail galeriamunicipal@agoraporto.pt ou do telefone +351 226 081 063.

PING!

A participação no PING! é gratuita. Público‑Alvo: jovens adultos com idades compreendidas entre os 16 e 22 anos, a frequentar o ensino secundário e os três primeiros anos do ensino superior ou universitário.

Para mais informações sobre os Embaixadores PING! contacte‑nos através do e‑mail galeriamunicipal@agoraporto.pt ou do telefone +351 226 081 063.

 

11.03 — 14.05.2017

QUOTE, UNQUOTE
Entre apropriação e diálogo

Quote / Unquote. Entre Apropriação e Diálogo apresenta uma seleção de obras da coleção da Fundação EDP, mecenas da Galeria desde 2015, subordinadas ao tema da apropriação na arte contemporânea. No período temporal que define a coleção — dos anos 60 do século XX até à atualidade — a exposição propõe uma leitura transversal destas práticas: a apropriação direta de imagens, textos ou outras formas de produção cultural, a citação como elemento que concorre para a produção de sentido, ou o diálogo consciente e assumido com autores e criações preexistentes. Nesta proposta procura-se proporcionar não tanto uma leitura histórica dos processos de apropriação na história da arte mais ou menos recente, mas antes uma identificação do que, a partir de algumas das abordagens críticas que acompanharam as últimas décadas, possa ter contribuído para a obra dos artistas aqui reunidos e influenciado a escolha curatorial.
Realizada em curadoria colaborativa — Gabriela Vaz-Pinheiro e Ana Anacleto — a exposição apresentou três subnúcleos: “Arquivo e Quotidiano”, “Espacialidade e Política” e “Imagem e Narrativa”, que agregaram conjuntos de obras em torno de afinidades eletivas, propondo diálogos intrínsecos entre obras muito diferentes. “Em nota prévia, diga-se que muitas das obras poderiam transitar entre estes núcleos. O seu posicionamento, não-estanque, serve como parâmetro para um entendimento, apesar de tudo não-categórico, e pretende estabelecer um fluxo de sentido(s), uma espécie de ritmo de leitura em que pontas são largadas e retomadas, tanto entre as obras presentes na exposição como com outras, como num eco de apropriação” nas palavras de Gabriela Vaz-Pinheiro.

 

Coorganização:
MAAT

Curadoria:
Gabriela Vaz-Pinheiro e Ana Anacleto

Arquitetura expositiva:
Diogo Aguiar Studio

Design Gráfico:
Drop, João Faria

Artistas:
Daniel Barroca, Eduardo Batarda, Joaquim Bravo, Pedro Calapez, Fernando Calhau, Luís Campos, Nuno Cera, Mauro Cerqueira, José Pedro Croft, Diogo Evangelista, Ângela Ferreira, Mariana Gomes, André Guedes, Ricardo Jacinto, Ana Jotta, Álvaro Lapa, João Marçal, Carlos Azeredo Mesquita, Rodrigo Oliveira, Bruno Pacheco, João Maria Gusmão e Pedro Paiva, João Penalva, José Almeida Pereira, Diogo Pimentão, Lúcia Prancha, Pedro Diniz Reis, André Romão, Noé Sendas, Ângelo de Sousa, Ana Vieira