MUSONAUTAS, VISÕES & AVARIAS
1960-2010: 5 décadas de inquietação musical no Porto

Ao longo da sua história, a cidade do Porto foi construindo uma reputação de vanguardismo e liberdade sonora que conduziram à afirmação e ao reconhecimento de nomes fundamentais para a cultura portuguesa contemporânea. A Galeria Municipal convidou o programador e editor de música Paulo Vinhas a desenvolver um projeto expositivo que propõe uma retrospetiva de cinco décadas de força e inquietação na criação musical portuense nas suas diferentes expressões e aventuras sonoras, desde a música erudita à de contestação, até à música experimental e às músicas eletrónicas, através do mapeamento das diferentes práticas musicais surgidas entre 1960 e 2010.
Focada nos impulsos de rutura protagonizados por artistas, divulgadores e movimentos que transformaram a divergência do seu contexto periférico num catalisador de energia, esta exposição tem como intenção primordial a documentação de uma história musical diversificada que contribuiu decisivamente para moldar o panorama da música portuguesa, abrindo novos horizontes que, em muitos casos, extravasaram as suas fronteiras originais para se projetarem na cena artística do seu tempo.
Editora:
Câmara Municipal do Porto / Galeria Municipal do Porto

Projeto Editorial:
Guilherme Blanc
Paulo Vinhas

Apoio aos Editores:
Hugo Oliveira
Manuel João Neto
Pedro Junqueira Maia
Pedro Tenreiro
Suzana Ralha

Coordenação Editorial:
Maria Burmester

Textos de:
Rui Moreira
Guilherme Blanc
Paulo Vinhas
Viriato Teles
José Luís Borges Coelho
João Carlos Callixto
Rui Pereira
José Manuel Lopes Cordeiro
Regina Guimarães
Rui Reininho

Design Gráfico:
Degrau em colaboração com Ana Resende

Tradução:
Martin Dale
Rui Cascais Parada

Edição:
Lídia Queirós
Maria Burmester
Cláudia Gonçalves

Fotografia:
Luís Espinheira
Susana Neves

Pré-impressão, Impressão e Acabamento:
Empresa Diário do Porto

ISBN:
978-989-54475-3-4

Preço:
25€

Assine a nossa newsletter