“Que horas são que horas: uma galeria de histórias” — Conversa #1

A curadora Paula Parente Pinto e a investigadora Sónia Moura conversam sobre o aparecimento das primeiras galerias de arte do Porto, associadas a livrarias e a casas editoras, que mobilizaram uma cultura multidisciplinar e a atenção de uma sociedade ávida de fruição artística.
 
Parte do programa paralelo da exposição “Que horas são que horas: uma galeria de histórias”, com curadoria de José Maia, Paula Parente Pinto e Paulo Mendes, na Galeria Municipal do Porto.

17.12.2020 - 25.04.2021
(Vídeo: Sofia Arriscado)

Assine a nossa newsletter