Agenda

Encontros entre arte, música, natureza e ciência

Galeria Energia

 
Sou vento, fogo, folha e árvore
Espírito, paixão e sonho
Ilumino, aqueço, brilho 
Aciono.
 
Sou matéria e força
Atualidade, vitalidade, instabilidade
Metamorfose e movimento
Mudo de forma, de lugar, de sentido.
 
Podem-me extrair e explorar, mas não destruir.
Podem-me inflamar e deslocar, mas não criar.
 
Estou em toda a parte e em parte alguma
Aqui e ali, agora e depois
Sou a Galeria Energia.
 
Acompanhada por artistas, músicos, poetas, cientistas e escritores vou aparecer e reaparecer, correr, cantar, voar e dançar em bibliotecas e mercados, cinemas e estúdios de gravação, baldios e jardins românticos.
 
Sou um ciclo anual de concertos, debates e percursos articulado em quatro segmentos:

Ciência é Arte — Considerando os modos como a ciência e a arte descobrem e interrogam o mundo, faço a pesquisa sair do laboratório, partilhando conhecimentos sobre temas que importam para o presente da arte, como o medo, a reprodução e a alquimia moderna.
Sexta-feira, 8 abril — Marta Moita, A Ciência do Medo
Sexta-feira, 22 julho — Patricia Saragüeta, A Amiga da Onça
 
Imaginários — Entendendo os imaginários como instrumentos para conceber o presente, desejar a mudança e criar o futuro, convido figuras-chave do pensamento contemporâneo a apresentar uma fonte para um imaginário importante para o presente. 
Sexta-feira, 29 abril — Teresa Castro, Pensar com líquenes e ervas daninhas
Quarta-feira, 22 junho — Saidiya Hartman, A História Recontada
 
Concertos comentados — Concebendo o concerto como uma conversa, convido performers musicais a partilharem as suas escolhas estilísticas, influências e referências estéticas através do diálogo e da atuação. As notas irão das ressonâncias dos gongos ao intercâmbio cultural e à exploração de forças cósmicas ancestrais. 
Sábado, 28 maio — João Pais Filipe, Sun Oddly Quiet 
Domingo, 19 junho — Invernomuto, Black Med, Capítulos IV & VI 
Sexta-feira, 30 setembro — Nkisi, Gestos Invisíveis 
 
Pastos e Pastos — Percorrendo caminhos onde a natureza e a cidade se encontram, seguirei o olhar atento de artistas e cientistas, cuja investigação cruza os campos da medicina, da gastronomia e da sustentabilidade, e cujas perspetivas desafiam as convenções taxinómicas e topológicas. 
Sábado, 9 julho — A Recoletora, Plantas Insubmissas
Imagem: "Jaguarete", de Patricia Saragüeta

Assine a nossa newsletter