Programa de Incursão à Galeria
Ping é um som, irregular ou compassado, que antecipa uma repetição ou então uma resposta e coloca quem o ouve à espera, à escuta. Não havendo retorno, será que o repetimos na expectativa de uma resposta? Na linguagem computorizada, o ping mede a velocidade em função do tempo que existe entre o envio e a receção de informação numa rede.
 
O Programa de Incursão à Galeria (ping!) desenvolve‑se tendo como base as ideias de tempo e continuidade, mantendo uma relação de proximidade com o público — escolar e não escolar — a partir de um 'vai e vem' discursivo e prático. 
 
Acreditando numa mediação artística que conecta indivíduos numa rede de transmissão de ideias e de conhecimento, em que a arte contribui para um sistema mais aberto e livre, o ping! Realiza programas nos espaços expositivos da Galeria Municipal do Porto (GMP), no Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett (BMAG) e nos Jardins do Palácio de Cristal, estendendo-se também à sala de aula ou a outros lugares de aprendizagem não convencionais. 

Para o ano de 2021, o ping! apresenta três eixos temáticos alicerçados na Botânica dos Jardins do Palácio (Gineceu & Estigma), na Primeira Exposição Colonial Portuguesa (Um Elefante no Palácio de Cristal) e, ainda, na envolvente urbana da GMP (Exodus).
 
O ping! propõe ainda duas iniciativas transversais, desenhadas especificamente para a comunidade escolar: as Visitas-Pavão e os Embaixadores ping!.

Assine a nossa newsletter