Programas Públicos
Outros Programas
Para além dos Programas Públicos das Exposições e dos Colectivos Pláka, a Galeria Municipal do Porto promove, paralela e esporadicamente, outras iniciativas que visam fomentar o debate e a reflexão sobre temáticas da arte e da cultura contemporâneas.

30 de agosto a 13 de setembro, 21h30

Ciclo de Cinema Lynn Hershman Leeson na Feira do Livro do Porto

Technocistem: corpo e tecnologia na obra feminista de Lynn Hershman Leeson 

No âmbito da Feira do Livro do Porto, será este ano apresentado um ciclo dedicado à obra fílmica de Lynn Hershman Leeson. Em cinco sessões, propõe-se mostrar a forma como, através de obras de ficção e documentais, a artista antecipou visualidades e conceitos que marcam práticas artísticas contemporâneas e explorou problemáticas culturais que hoje são incontornáveis.
 
Curadoria:
Guilherme Blanc (Diretor – Arte contemporânea e Cinema, Ágora E.M)


DOM, 30 AGO
Intro: Commercial for a New York Hotel Room
EUA, 1974, 2’
Seduction of a Cyborg
EUA, 1994, 7’
VertiGhost
EUA, 2017, 13’
ShadowStalker
EUA, 2019, 10’

Apresentado por:
Sara Castelo Branco (Curadora / Investigadora)
Kitty Furtado (Investigadora no CES – UC / Membro do Núcleo Antirracista do Porto)


TER, 1 SET
Conceiving Ada
EUA, Alemanha, 1997, 85’

Apresentado por:
Né Barros (Coreógrafa / Diretora Artística do Balleteatro)


DOM, 6 SET
Strange Culture
EUA, 2007, 83’

Apresentado por:
Joaquim Moreno (Arquiteto / Curador)


TER, 8 SET
Teknolust
Alemanha/EUA/Reino Unido, 2002, 85’

Apresentado por:
Mara Andrade (Bailarina / Coreógrafa)


DOM, 13 SET
!Women Art Revolution
EUA, 2010, 83’

Apresentado por:
Ana Cachola (Investigadora em Estudos Culturais no CECC – UCP)
Entrada livre
Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett

4 de dezembro, quarta-feira, 19h00

Conversa com Jacopo Crivelli Visconti sobre a 34.ª Bienal de São Paulo

Com a “poética da relação” como um de seus conceitos centrais, a 34ª Bienal de São Paulo – “Faz escuro mas eu canto” adota um formato inovador, expandindo-se no espaço e no tempo. Marcada pelo encontro e potencialização mútua entre projeto curatorial e atuação institucional, a próxima edição da Bienal, em 2020, envolve a realização de mostras e ações apresentadas no Pavilhão da Bienal e a articulação com uma rede de mais de 20 instituições paulistas. 

A conversa terá a apresentação da curadora Marta Mestre e é parte do conjunto de apresentações do projeto da 34ª Bienal de São Paulo em instituições internacionais.

Com:
Jacopo Crivelli Visconti, curador-geral da 34.ª Bienal de São Paulo
Marta Mestre

Coprodução: 
Projeto Ymago / Galeria Municipal do Porto

Apoio: 
Direção-Geral das Artes, Ministério da Cultura, Governo de Portugal

Entrada livre
Auditório – Biblioteca Municipal Almeida Garrett

14 novembro, quinta-feira, 19h30

Performance 'Antropocenas' — Rita Natálio & João dos Santos Martins

 © José Carlos Duarte

Here is a lesson: what happens to people and what happens to the land is the same thing.
LINDA HOGAN

- Eu sou uma pessoa doente
- Sofres de quê?
- Alteração climática.

RITA NATÁLIO

Partindo-se da discussão em torno do Antropoceno e da atual crise climática, mas também das cosmologias ameríndias, das etnografias multi-espécie, do racismo estrutural, do blues dos robots e de um tronco de sumaúma cortado para que humanos pudessem dançar sobre ele, Antropocenas é uma colaboração entre Rita Natálio e João dos Santos Martins com a contribuição de diversos agentes nas áreas da ecologia, dança, música, antropologia e artes visuais. Uma palestra dançada onde plantas, pedras, gatos, dildos e relva nas axilas podem ser os principais oradores, onde samambaias discutem os seus direitos jurídicos, sacos de plástico suicidam-se, animais fazem petições contra a sua extinção, jardineiros cortam cabelos de plantas, onde abraçamos ursinhos de poluição, comemos terra. Textualmente, ideias da história de arte e da antropologia contemporânea misturam-se, opõem-se, matam-se e esfolam-se para destituir certos ideais de natureza. Antropo ma non troppo.
Conceção e curadoria: Rita Natálio e João dos Santos Martins
Proposta inicial e texto: Rita Natálio
Dança: Ana Pi, Ana Rita Teodoro, João dos Santos Martins
Artes Visuais: Pedro Neves Marques
Música e instrumentos: Winga Kan
Assistência dramatúrgica e de ensaios: Joana Levi
Escultura: Vera Mota
Jardinagem, Topiária: José Vilarinho
Participação especial: Melissa Rodrigues
Luz: Eduardo Abdala Operação: Manuel Abrantes
Som: João Pratas
Produção: Associação Parasita
Coprodução: Materiais Diversos, São Luiz Teatro Municipal, Festival Temps d’Images, Centro Cultural Vila Flor
Apoio: Fundação GDA, Goethe-Institut São Paulo, Departamento de Biologia Vegetal da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa; MARE, Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, Forbo Flooring Systems
Residências: Culturgest, O Espaço do Tempo, Materiais Diversos, Centro de Criação do Candoso, 23 Milhas, Devir Capa, Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas
Parceria: BUALA
Projeto apoiado pelo Ministério da Cultura / Direção-Geral das Artes.

04 novembro, segunda-feira, 19h00

Performance 'oh!rage' — CALIXTO NETO

Inserido no Fórum do Futuro 2019

© Marc Domage


 

14 de julho, sábado, 15h – 17h

Workshop de Rui Bourbon: 'Cartazes Despertos'

Neste workshop para famílias, sugerido para crianças dos 5 aos 12 anos, os participantes desenvolverão cartazes de eventos musicais utilizando a técnica de colagem. Através da apropriação de fontes tipográficas e imagens oriundas de material preexistente – como livros, revistas e cartazes usados –, novos contextos visuais serão criados a partir de jogos de palavras e elementos gráficos.
 

Visita-Oficina Até 18.05.2018 terça a sexta: 10.00h-11.30h ou 14.30h-16.00h Entrada gratuita com inscrição prévia

BARCO NEGRO!

 A partir da obra "Barco Negro" será analisado o percurso artístico de João Pedro Vale, escultor que interroga a História, as lendas, a propaganda e as noções de identidade, através do uso de formas culturais e folclóricas. Podemos nós conhecer os limites das nossas ilhas, mergulhar numa atração plástica que vive entre a ficção e a construção do eu e do outro, levantando questões que nos mobilizam?

Destinatários: Ensino Secundário e Profissional

Entrada gratuita com inscrição prévia através 22 6081063 ou galeriamunicipal@cm-porto.pt

© Ricardo Castelo / Fundação EDP
 

Visita-Oficina Até 18.05.2018 terça a sexta: 10.00h-11.30h ou 14.30h-16.00h Entrada gratuita com inscrição prévia

O QUE VAI NA CABEÇA DOS MACACOS?

 Mas afinal o que vai na cabeça dos macacos? A partir da obra ambivalente e irónica "100 macacos sem cabeça", de Francisco Queirós, vamos analisar como esta dialoga com o espaço da exposição, com as outras obras e quais as múltiplas relações que desencadeia.

Destinatários: EB 1º e 2º ciclo

Entrada gratuita com inscrição prévia através 22 6081063 ou galeriamunicipal@cm-porto.pt

© Ricardo Castelo / Fundação EDP

 

Visita-Oficina Até 18.05.2018 terça a sexta: 10.00h-11.30h ou 14.30h-16.00h Entrada gratuita com inscrição prévia

LUZES, SOMBRAS E CORES

Mas afinal o que vai na cabeça dos macacos? A partir da obra ambivalente e irónica 100 macacos sem cabeça, de Francisco Queirós, vamos analisar como esta dialoga com o espaço da exposição, com as outras obras e quais as múltiplas relações que desencadeia.

Destinatários: EB 1º e 2º ciclo

Entrada gratuita com inscrição prévia através 22 6081063 ou galeriamunicipal@cm-porto.pt 

© Ricardo Castelo / Fundação EDP
 

Visita-Oficina 13 maio, domingo, 15h00-17h00 Entrada livre

FAMÍLIAS EM AÇÃO NA EXPOSIÇÃO

Um jogo de descoberta com base numa seleção de imagens das obras da coleção Pedro Cabrita Reis com propostas variadas de atividades de desenho, pintura e colagem que suscitam cumplicidade em contexto familiar na aproximação à arte contemporânea. 

Destinatários: Famílias 

© Ricardo Castelo / Fundação EDP
 

Visita-Oficina 15 abril, domingo, 15h00-17h00 Entrada livre

FAMÍLIAS EM AÇÃO NA EXPOSIÇÃO

Um jogo de descoberta com base numa seleção de imagens das obras da coleção Pedro Cabrita Reis com propostas variadas de atividades de desenho, pintura e colagem que suscitam cumplicidade em contexto familiar na aproximação à arte contemporânea.

Destinatários: Famílias

© Ricardo Castelo / Fundação EDP

 

6 abril, sexta-feira, 17h00

AULA ABERTA com João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira

Destinatários: Escolas de arte, universidades e público em geral

Entrada gratuita com inscrição prévia através 226081063 ou galeriamunicipal@cm-porto.pt

© Ricardo Castelo / Fundação EDP

 

Visita-Oficina 25 março, domingo, 15h00-17h00 Entrada livre

FAMÍLIAS EM AÇÃO NA EXPOSIÇÃO

Um jogo de descoberta com base numa seleção de imagens das obras da coleção Pedro Cabrita Reis com propostas variadas de atividades de desenho, pintura e colagem que suscitam cumplicidade em contexto familiar na aproximação à arte contemporânea.

Destinatários: Famílias

© Ricardo Castelo / Fundação EDP

 

Visita-Oficina 18.02.2018 - dom - 15.00h - 17h00 entrada livre

FAMÍLIAS EM AÇÃO NA EXPOSIÇÃO

Criação de um mapa de ideias em família com registo das linguagens das obras expostas e ligações a sons, movimentos e imagens sobre a exposição 10000 anos depois entre Vénus e Marte.

Conceção:
Graça Lacerda

Destinatários:
Famílias

Visita-Oficina Até 16.02.2018 - terça a sexta - 10.00h-11.30h ou 14.30h-16.00h Entrada gratuita com inscrição prévia

COLECIONADORES DE AZUL

Sabias que alguns artistas fazem do azul uma narrativa de emoções e sensações? Vamos colecionar todas as ideias sobre a cor azul e os seus significados. Vamos pensar no azul da galeria e conhecer as obras da coleção. Serão elas azuis? Será o nosso corpo azul?
Conceção:
Rita Roque

Destinatários:
EB 1º ao 3º ciclo

Inscrições:
22 6081063 / galeriamunicipal@cm-porto.pt

Visita-Oficina Até 16.02.2018 - terça a sexta - 10.00h-11.30h ou 14.30h-16.00h Entrada gratuita com inscrição prévia

AMOR EM VÉNUS, GUERRA EM MARTE

Como surge o gesto amoroso? O que é que dá impulso à guerra? Podemos através da colagem e do desenho imaginar esses dois mundos? O que são 10 000 anos depois entre Vénus e Marte? Nesta oficina vamos valorizar o título da exposição e elaborar um tabuleiro de jogo onde os participantes vão construir esses dois mundos.

Conceção:
Rita Roque

Destinatários:
Ensino Secundário Profissional

Inscrições: 
22 6081063 / galeriamunicipal@cm-porto.pt

Visita-Oficina Até 16.02.2018 - terça a sexta - 10.00h-11.30h ou 14.30h-16.00h Entrada gratuita com inscrição prévia

SONAR - Há Sons no Ar?

Qual é a viagem do som na galeria? Quais são as formas que conseguimos encontrar? Vamos viajar com sons e criar um imaginário de formas, feitas de plasticina. Vamos instalar estas pequenas esculturas de silêncio que guardam os ritmos capturados pelo nosso olhar e pelo nosso ouvido.
Conceção:
Rita Roque

Destinatários:
Pré-escolar

Inscrições:
22 6081063 / galeriamunicipal@cm-porto.pt
 

Assine a nossa newsletter